Aesculus hippocastanum L. – Castanha-da-índia

Nome cientifico:

Aesculus hippocastanum L.

Nome Popular:

Castanha da india,

Parte utilizada:

Semente

Compostos Bioativos:

  • Escina – saponina triterpênica
  • Fenólicos
  • Polissacarídeos
  • Óleos essenciais
  • Carotenoides

Posologia:

  • ESP: Aesculus hippocastanum L. (parte utilizada: semente), padronizada em 18-22% de escina, doses de 100-300mg/dia. Utilizar por 4-12 semanas.
  • Tintura: 2-10mL/dia

Efeitos adversos:

  • Insuficiência renal crônica
  • Insuficiência hepática
  • Principais queixas: gastrointestinais, tontura, náusea, dor de cabeça e prurido

Principais indicações:

  • Varizes

Varizes:

(+Sobre as varizes)

Age inibindo a atividade da hialuronidase.

Foi visto uma redução nas dores das pernas quando comparado ao placebo, mas sem diferença em relação a meia compressora, picnogenol e rutosídeos.

Melhora do ema, apenas de inferior ao efeito do picnogenol.

Diminuição do volume das pernas quando comparado ao placebo, porém com resultado equivalente ao rutosideo e as meias compressoras.

ESP: Aesculus hippocastanum L. (parte utilizada: sementes da castanha-da-india), padronizada em 18-22% de escina, doses de 100-300mg/dia. Utilizar por 4-12 semanas.

Tintura: 2-10mL/dia