Catecolaminas – epinefrina, norepinefrina e dopamina

Sintetizadas a partir da tirosina, as catecolaminas são: epinefrina, norepinefrina e a dopamina. (1)

As catecolaminas complementam a ação da insulina e do glucagon sobre o metabolismo dos combustíveis, sendo importantes na indução da resposta de sobrevivência ao trauma e estresse (1).

A recaptação de neurotransmissores ocorre quando parte do neurotransmissor é liberado e reabsorvido pela célula nervosa. (1)

Receptores adrenérgicos que se ligam a epinefrina e à norepinefrina  afetam não apenas o metabolismo energético, mas  funções cardíaca, vascular e pulmonar, incluindo a pressão arterial. (1)

Epinefrina:

A epinefrina é secretada pela medula  como hormônio que afeta tanto funções parassimpáticas quanto as simpáticas. (1)

É um importante neurotransmissor, com função no metabolismo de combustíveis, responsável pela resposta de fuga ou luta. (1)

Referências bibliográficas:

1- Dominiczak M. Serie Carne e Osso Metabolismo. 1a. Rio de Janeiro: Elsevier; 2007. 244 p.