Chá Preto – Efeitos no organismo, indicações, contraindicações..

Última Atualização: 22/08/2021

O consumo de chá preto foi associado a um menor risco de prejuízos cognitivos, prevenindo a demência. (1)

Adicionar açúcar ou mel nos chás diminui sua  atividade antioxidantes, sendo a adição de mel a mais prejudicial, seguido pelo açúcar. Foi estudado também a adição de estevia, mas não foi encontrado nenhum efeito prejudicial em relação à atividade antioxidante dos chás. (1)

Já a adição do leite, que é muito comum em diversos países, foi encontrada uma diminuição da atividade antioxidante.   A ligação entre as moléculas do  leite (a caseina) com o chá reduz a habilidade do chá em doar átomos de hidrogênio, que se ligariam e estabilizariam os radicais livres. (1)

O consumo das catequinas do chá foram associadas a diminuição da produção de glicose e, consequentemente melhorando sua regulação sanguínea e as concentrações de insulina no sangue. (1)

A quantidade de cafeína contida no chá preto gira  entre 41,5 – 67,4 mg/g de erva. (2)

O chá preto apresentou propriedades similares de hidratação à água, quando consumido ate 6 xícaras  /dia, que ofereceria algo entre 168 e 252 mg de cafeína.  (2)

Referências bibliográficas:

1.        Korir MW, Wachira FN, Wanyoko JK, Ngure RM, Khalid R. The fortification of tea with sweeteners and milk and its effect on in vitro antioxidant potential of tea product and glutathione levels in an animal model. Food Chem [Internet]. 2014;145:145–53. Available from: http://dx.doi.org/10.1016/j.foodchem.2013.08.016

2.        Ruxton CH, Hart VA. Black tea is not significantly different from water in the maintenance of normal hydration in human subjects: Results from a randomised controlled trial. Br J Nutr. 2011;106(4):588–95.