Hibisco – Hibiscus Sabdariffa

Última Atualização: 23/08/2021

Derivado da planta Hibiscus Sabdariffa, o chá de hibisco é muito tradicional na medicina oriental.

Possui 33 metabolitos, incluindo flavonoides, antocioninas, ácidos fenólicos e ácidos orgânicos alifáticos. (1)

Foi avaliado o impacto dos diferentes metodos de extração, decocção, infusão e maceração em relação ao conteúdo de extração. (1)

A maceração a frio foi a mais positiva para a preservação de antocianinas, substância com maior propriedade hipoglicemiante. (4) Alem disso, foi encontrado também efeitos anti-hipertensivos, devido a inibição da enzima conversora de angiotensina. (1)

Os ácidos fenólicos foram mais bem preservados na infusão, sendo estes mais eficazes no emagrecimento. (1)

Efeitos no organismo:

Efeito Anti-hipertensivo:

Em um estudo com hipertenso, o chá se mostrou capaz de reduz a hipertensão arterial quando tomado de forma crônica. Seus efeitos foram cumulativos ate o 12º dia, retomando a níveis normais quando cessado consumo. (2)

Não se sabe ao certo o mecanismo pelo qual isso acontece, se isso acontece devido a seu efeito diurético ou se a outros mecanismos envolvidos. Mas acredita-se que a inibição da angiotensina I gera uma diminuição da liberação da aldosterona, causando uma diminuição da resistência vascular (2)

Simultaneamente a inativação da angiotesina haveria um aumento na concentração das  prostaglandinas (vasodilatadora). (2)

Esses efeitos gerariam uma diminuição da pressão arterial sem modificar a taxa de batimentos cardíacos. (2)

Foi visto também que através da ativação dos canais de cálcio o hibisco foi capaz de reduzir a PAS em adultos pré ou levemente hipertensos (3)

Referências Bibliográficas:

1- Rasheed DM, Porzel A, Frolov A, El Seedi HR, Wessjohann LA, Farag MA. Comparative analysis of Hibiscus sabdariffa (roselle) hot and cold extracts in respect to their potential for α-glucosidase inhibition. Food Chem [Internet]. 2018;250:236–44. Available from: https://doi.org/10.1016/j.foodchem.2018.01.020

2- Haji Faraji M, Haji Tarkhani AH. The effect of sour tea (Hibiscus sabdariffa) on essential hypertension. J Ethnopharmacol. 1999;65(3):231–6.

3- Mahan LK, Escott-Stump S, Raymond JL. Krause Alimentos, Nutrição e Dietoterapia. 13a. Rio de Janeiro: Elsevier; 2012. 1227 p.