Alho – Composição, efeitos no organismo, benefícios a saúde…

Última Atualização: 21/08/2021

Composição:

O principal componente do alho são a Alina e a enzima Alinase. Essa enzima é ativada através do corte ou do “amasso” do bulbo do alho, transformando Alina em  Alicina. (1)

Compostos a base de álcool, água, ou óleo possuem diferentes compostos, sendo o a base de óleo o mais rico em antioxidantes. (1)

Dentre os efeitos do alho encontramos atividades:

  • Antimicrobiana (1)
  • Antioxidante (1)
    • Devido a elevada concentração de compostos de enxofre. (1)
  • Anticarcinogênica (colorretal) (1)
  • Antiasmática (1)
  • Imunomoduladora (1)
  • Prebióticas (1)
  • Anti-hipertensivas  (1)
    • Através da inibição da enzima conversora de angiotensina. (2)
    • Aumento na concentração e atividade de agentes vasodilatadores como NO. (2)
    • Estimulação de eritrócitos para produzir sulfeto de hidrogênio, que atua como uma molécula sinalizadora, abrindo canais K-ATP nas células musculares e, assim, induzindo despolarização e dilatação dos vasos sanguíneos. (2)
  • Melhora glicêmica (1)
    • O extrato de alho foi capaz de reduzir a glicose de jejum tanto no curto, quanto no longo prazo. (1)
    • Foi capaz de reduzir os níveis de frutosamina plasmática (1)
    • Foi capaz de reduzir os níveis de HbA1c (1)
    • Foi capaz de reduzir níveis de glicemia pós-prandial (1)
  • Melhora no perfil lipídico plasmático
    • Foi capaz de reduzir triglicerídeos (1)
    • Foi capaz de reduzir a síntese de colesterol via inibição da HMG-Coa redutase. (3)
    • Foi capaz de aumentar os níveis de HDL (1)
  • Antiplaquetário
    • Cuidado com pacientes que já utilizam remédios anticoagulantes ou agentes antiplaquetários.

Alguns estudos mostraram efeitos colaterais como azia, e indigestão. (1)

Recomendações nutricionais:

  • 600 – 900 mg/dia ???? – Suplemento (4)
  • 1 dente de alho fresco / dia (4)
  • 10 mg de alicina / dia (5)
  • Macerado
  • Adicionado de óleo
  • Cru ou pouco aquecido

Óleo Essencial:

O óleo essencial e alguns dos seus compostos organosulfurados aumentaram a resposta funcional a produção de espécies reativas de oxigênio (ROS). (6)

Referências bibliográficas:

1- Wang J, Zhang X, Lan H, Wang W. Effect of garlic supplement in the management of type 2 diabetes mellitus (T2DM): A meta-analysis of randomized controlled trials. Food Nutr Res [Internet]. 2017;61(1). Available from: https://doi.org/10.1080/16546628.2017.1377571

2- Rohner A, Ried K, Sobenin IA, Bucher HC, Nordmann AJ. A systematic review and metaanalysis on the effects of garlic preparations on blood pressure in individuals with hypertension. Am J Hypertens. 2015;28(3):414–23.

3- Ried K, Toben C, Fakler P. Effect of garlic on serum lipids: An updated meta-analysis. Nutr Rev. 2013;71(5):282–99.

4- Hasler CM, Brown AC. Position of the American Dietetic Association: functional foods. J Am Diet Assoc. 2009;109(4):735–46.

5- Hunter PM, Hegele RA. Functional foods and dietary supplements for the management of dyslipidaemia. Nat Rev Endocrinol [Internet]. 2017;13(5):278–88. Available from: http://dx.doi.org/10.1038/nrendo.2016.210

6- Peterfalvi A, Miko E, Nagy T, et al. Much More Than a Pleasant Scent: A Review on Essential Oils Supporting the Immune System. Molecules. 2019;24(24):4530. Published 2019 Dec 11. doi:10.3390/molecules24244530