Estatinas:

Última Atualização: 26/08/2021

Alterações bioquímicas:

Interação fármaco nutriente:

Objetivo do tratamento: 

Fisiologia:

As estatinas podem ser classificadas como fracas; normais; fortes. (1)

Fracas:

  • Sinvastatina (1)
  • Pravastatina (1)
  • Compostos naturais (1)

Normais:

  • Fluvastatina (1)
  • Lovastatina (1)

Fortes:

  • Atorvastatina(1)
  • Pitavastatina (1)
  • Rosuvastatina (1)
  • Moléculas sintéticas (1)

Mecanismo de ação:

A estatina atua inibindo a enzima HMG-CoA redutase, diminuindo a síntese de colesterol no organismo. (2)

Indicações:

Já é consenso entre as guidelines que as estatinas são a primeira escolha de tratamento para a redução dos níveis de LDL. (2)

Algumas agencias europeias indicam as estatinas inclusive para pessooas com hipertrigliceridemia. (2)

Efeitos colaterais:

Efeitos colaterais graves são raros. (2)

Tem sido documentado que o uso crônico pode gerar mialgia (dor muscular), onde tem se estudado a suplementação de COQ10 para o controle desse efeito. (2,3)

Sendo visto também elevação de enzimas hepáticas, e maior resistência a insulina / risco para o diabetes. (3)

Referências bibliográficas:

1- Hoang T, Kim J. Comparative effect of statins and omega-3 supplementation on cardiovascular events: Meta-analysis and network meta-analysis of 63 randomized controlled trials including 264,516 participants. Nutrients. 2020;12(8):1–33.

2- Libby P, Buring JE, Badimon L, Hansson GK, Deanfield J, Bittencourt MS, et al. Atherosclerosis. Nat Rev Dis Prim 2019 51 [Internet]. 2019 Aug 16 [cited 2021 Aug 26];5(1):1–18. Available from: https://www.nature.com/articles/s41572-019-0106-z

3- Mahan LK, Escott-Stump S, Raymond JL. Krause Alimentos, Nutrição e Dietoterapia. 13a. Rio de Janeiro: Elsevier; 2012. 1227 p.