Pygeum africanum – Pygeum

Nome Cientifico:

Pygeum africanum

Nome Popular:

Pygeum

Parte Utilizada:

Casca

Produto disponível no mercado:

  • Extrato seco
  • Extrato seco padronizado em 25% de fitoesteróis

Posologia:

  • Extrato seco: 50-100mg/dia
  • Extrato seco padronizado em 25% de fitoesteróis: 100-200mg/dia

Principais Indicações:

Hiperplasia Prostática Benigna:

(+Sobre a Hiperplasia)

Foi visto que o pygeum traz uma melhora da histologia da próstata e do fluxo urinário, além de propriedades antimutagênicas, sendo interessante na prevenção do câncer de próstata. (1)

Ele tem sido utilizado desde 1969 para aliviar os sintomas da HPB na França. (1)

Acredita-se que ela age: Inativando receptores androgênicos, via inibição de translocação nuclear (2); Inibindo fatores de crescimento celular como fibroblastos e fatores de crescimento epidermais (3); através das suas propriedades anti-inflamatórias. (4)

Referências Bibliográficas:

1- Andro M-C, Riffaud J-P. Pygeum africanum extract for the treatment of patients with benign prostatic hyperplasia: A review of 25 years of published experience. Curr Ther Res [Internet]. 1995 Aug;56(8):796–817. Available from: https://linkinghub.elsevier.com/retrieve/pii/0011393X95850635

2- Ishani A, MacDonald R, Nelson D, Rutks I, Wilt TJ. Pygeum africanum for the treatment of patients with benign prostatic hyperplasia: a systematic review and quantitative meta-analysis. Am J Med [Internet]. 2000 Dec;109(8):654–64. Available from: https://linkinghub.elsevier.com/retrieve/pii/S0002934300006045

3- Lawson RK. Role of growth factors in benign prostatic hyperplasia. Eur Urol. 1997;32(SUPPL. 1):22–7.

4- Paubert-Braquet M, Cave A, Hocquemiller R, Delacroix D, Dupont C, Hedef N, Borgeat P. Effect of Pygeum africanum extract on A23187-stimulated production of lipoxygenase metabolites from human polymorphonuclear cells. J Lipid Mediat Cell Signal. 1994 May;9(3):285-90. PMID: 7921787.